Agetransp autorizou um reajuste de 3,98% para o Metrô do Rio | Foto: Daniel Roberti/NaTijuca

{flike}

A decisão foi tomada com base na variação da inflação.

RIO - A Agência Reguladora de Serviços Públicos Concedidos de Transportes Aquaviários, Ferroviários e Metroviários e de Rodovias do Estado do Rio de Janeiro (Agetransp) autorizou na última quinta-feira, um reajuste de 3,98% para o Metrô do Rio. O aumento é válido a partir do dia 2 de abril, quando a tarifa passará de R$ 3,50 para R$ 3,70 (valor arredondado).

A decisão foi tomada com base na variação da inflação calculada pelo Índice Geral de Preços ao Mercado (IGP-M), entre janeiro de 2014 e janeiro de 2015. Calculado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), o indicador é adotado como indicador no contrato para a revisão da tarifa. O preço da tarifa foi arredondado para facilitar o troco. O valor para recomposição dos custos seria na realidade R$ 3,6753 — abaixo, portanto dos R$ 3,70. No entanto, no reajuste concedido em 2014 o valor final foi inferior ao calculado pela Agetransp.

Com base no contrato de concessão, reajuste tarifário para o serviço público de transporte metroviário. O conselho diretor da agência reguladora homologou reajuste de 3,98% (IGP-M) para a tarifa metroviária de equilíbrio. Assim, a concessionária fica autorizada a praticar tarifa de R$ 3,70 a partir do dia 02 de abril de 2015. A tarifa estipulada foi de R$ 3,5346 e a aplicada de R$ 3,50.

 

Veja essa e outras matérias no Caderno Rio do NaTijuca.com