Interrupção temporária é por falta de laudos técnicos dos bombeiros e do Crea

Fonte por Daniela de Paula para Jornal O Globo

O atendimento no setor de emergência do Hospital Federal do Andaraí, na Zona Norte do Rio, foi suspenso temporariamente até que sejam emitidos laudos técnicos do Corpo de Bombeiros e do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Rio de Janeiro (Crea-RJ). Uma funcionária da unidade hospitalar confirmou a suspensão do atendimento, mas não soube precisar quando aconteceu a suspensão, mas informou que o hospital funcionava normalmente até o último domingo.

Um cartaz foi fixado na unidade hospitalar para informar á população sobre o caso. “O atendimento será restabelecido em breve, logo após a liberação dos órgão técnicos competentes", diz um trecho do texto.

O cartaz ainda orienta que a população procure as unidades mais próximas: a UPA da Tijuca; e os hospitais municipais Salgado Filho, no Méier; e o Souza Aguiar, no Centro da cidade.

Em maio, o pedido de exoneração dos cargos de chefia de 28 médicos, de setores do Hospital Federal do Andaraí, levou o Conselho Regional de Medicina (Cremerj) a fazer um alerta sobre risco de colapso nos hospitais federais do Rio. Segundo levantamento do órgão, o orçamento congelado ou até a redução de recursos gerou consequências alarmantes, como a perda de médicos, contratados e estatutários, falta de medicamentos e de materiais para exames.

Na época, o presidente da entidade, Nelson Nahon, disse que a situação era de “desmonte”. Ele havia entregado ao ministro da Saúde, Ricardo Barros, um dossiê com todas as vistorias realizadas em abril nos seis hospitais federais do Rio, comprovando de forma técnica os problemas da rede.

Em maio de 2016, uma reportagem do Jornal mostrou que dos 43 hospitais públicos do Rio, só um tinha certificado do Corpo de Bombeiros. Evando Freire, na Ilha do Governador, era o único que cumprias as exigências.

Em nota, o Departamento de Gestão Hospitalar do Ministério da Saúde no Rio de Janeiro (DGH) informou nesta terça-feira que no primeiro trimestre deste ano o Hospital Federal do Andaraí ampliou em aproximadamente 20% as consultas ambulatoriais e, em 15%, as cirurgias, em relação ao mesmo período de 2016. Segundo o órgão, “atualmente, o quadro funcional do HFA conta com 599 médicos e, embora este ano 28 profissionais tenham tido seus contratos temporários encerrados, a área assistencial da unidade recebeu o reforço de 17 novas contratações”.

O ministério da Saúde também afirma que “não há salários de servidores permanentes ou temporários atrasados no HFA e em nenhuma unidade do Ministério da Saúde no Rio de Janeiro. O estoque de medicamentos, inclusive os oncológicos, de insumos e de materiais hospitalares está inteiramente abastecido. Também não ocorreu incêndio algum na unidade, nem transferência de pacientes para outros hospitais. Por precaução, o HFA aguarda laudo do Corpo de Bombeiros e do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea/RJ) para atendimento integral na sua emergência, depois da verificação de defeito em tomadas do local”, diz trecho da nota.

O ministério atribuiu a grande procura pela unidade à localização. “A população da área da Grande Tijuca e da Baixada Fluminense tem procurado intensamente essa unidade hospitalar ao não encontrar serviços mais próximos de onde vive. No entanto, o hospital busca garantir a manutenção das atividades sem prejuízo ao atendimento da população”.

Sobre os outros hospitais federais no Rio, o órgão afirmou que já começou “o processo de especialização das unidades, com a consultoria do hospital Sírio-Libanês (SP), a fim de qualificar os serviços e tornar mais eficiente o atendimento. Este processo implica em uma redefinição dos perfis assistenciais das unidades, otimizando os serviços dentro de uma rede unificada. Não há redução de orçamento para o Instituto Nacional de Cardiologia (INC). O Hospital Federal de Bonsucesso (HFB) está em pleno funcionamento.”

Que tal ter uma renda extra no seu tempo livre?

Isso existe! A Ezktor Mídia abriu a oportunidade para você vender nossos produtos digitais, dentre eles, o seu mais novo Guia de Produtos e Serviços: NoMesmoLugar.com.

Se você tem experiência em vendas ou simplesmente é comunicativo e consegue entrar em contato com lojas, restaurantes, academias, escolas, clubes, profissionais liberais, autônomos, que precisam divulgar seu Negócio, não perca essa oportunidade que temos pra você, pois é por tempo limitado.

Entre em contato através do email: This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

Vagas limitadas por área de atuação.

Veja essa e outras matérias no Caderno Grande do NaTijuca.com